Este blog é de todos e para todos!

Este blog é um ponto de encontro de trocas de ideias e experiências vividas!

Desde já agradeço todos os testemunhos de doentes, amigos e familiares de fibromialgicos!

Envie-nos um e-mail ou deixe um comentario do seu testemunho sobre a Fibromialgia.
Os sintomas, o que faz para os aliviar, como suporta, como passa o dia-a-dia com esta "companhia" etc, etc.

Deixe perguntas e/ou sugestões.

Gostaria de ser um dos autores deste blog? Deixe o seu e-mail! Será muito bem-vindo/a!
Um Abraço E NUNCA SE AUTO-MEDIQUEM, PROCUREM AJUDA MÉDICA ESPECIALIZADA!


quinta-feira, 19 de junho de 2008

Depoimento de Andréa

Olá,meu nome é Andréa,tenho 37 anos,moro em São Paulo,Brasil e sofro de fibromialgia há mais ou menos 10 anos.Já tentei inúmeros tratamentos e confesso que por muitas vezes desisti pois a melhora sempre foi muito lenta.
Minha andança começou pelo ortopedista que na época indicou uma cirurgia de redução de mamas,alegando que a dor no pescoço e ombros era proveniente disso.Depois desse episódio,minha procura por tratamento passou por muitas especialidades,tratamentos alternativos,como por exemplo acupuntura,homeopatia e tantos outros.Psiquiatras e reumatologistas procurei muitas vezes.
Ano passado,em setembro,tive uma das minhas piores crises,ficando de cama,sentindo dores horrendas por 17 dias seguidos.Procurei por um neurologista que suspeitou de esclerose múltipla,o que me deixou extremamente assustada.Depois da ressonância magnética,tivemos certeza absoluta que se tratava mesmo da fibromialgia e não havia sinal de esclerose.
Em fevereiro desse ano cheguei ao ponto extremo do meu cansaço,muitas dores e noites muito mal dormidas,até que desenvolvi uma depressão e o pior de tudo,síndrome do pânico,tendo ataques mesmo durante a noite.
Agora encontrei uma psiquiatra que está tentando me ajudar.Comecei um tratamento com Cymbalta e Rivotril para dormir.
Parece que as dores terríveis durante a noite estão melhorando,mas o cansaço físico e a perda da força física ainda persistem.
Mas estou cheia de esperanças de uma melhora efetiva no meu caso.Confio nessa nova médica e estou me empenhando muito no tratamento.
Resolvi também me comportar de maneira diferente,deixando um pouco de lado minhas preocupações e afazeres domésticos.
Estou tricotando,o que me dá infinito prazer e ajuda a desestressar.
O único incoveniente são as dores,que às vezes me obrigam a parar de tricotar.
Estarei sempre postando notícias de meu tratamento e no que puder ajudar,farei com muito prazer.
Gostaria aqui de agradecer a iniciativa da Rosita,pois esse assunto é muito importante.
Beijos para todos vcs.

23 comentários:

Rosita disse...

Sim Andrea as melhoras custam muito a notar-se e é dificil continuar com os tratmentos quando não se vêem as melhoras...
Mas não desistas! Li num livro que muitas vezes é necsssário mais ou menis 1 ano para se ter melhorias significarivas... claro, que cada caso é um caso, e nem todas as pessoas reagem da mesma forma aos medicamentos.

Espero que neste momento a tua crise estaja mais controlada e o teu calvario seja melhor de suportar.

Um beijo
Rosita

Anónimo disse...

Ola Andréa,
Meu nome é Eliana e estou fazendo uso do cymbalta a 5 meses recomendado por uma médica muito conceituada em fibromialgia.Dois mêses após o início do tratamento eu já não sentia mais nada,hoje faço exercícios físicos e nada me dói.Estou muito feliz poís sou uma pessoa muito ativa e com a fibromialgia não conseguia fazer nada.Tive depressão e sindrome do pânico também e com o tratamento tudo isso desapareceu.Torço que você fique boa também.
Um abraço
Eliana

Anónimo disse...

Depoimento

Tenho fibromialgia faz 10 anos, já fiz varios tratamentos e tomei
muita droga para dormir e para ali-
viar a dor. Atualmente consegui um
milagre com BioFlorais(ansiedade),
encontrado em qualquer farmacia de
manipulação e sem contra indicação.

Amanda disse...

Meu nome é Fernanda , sofro de fibromialgia há quase 9 anos. Passei por diversos médicos , reumatologistas , neurologistas , ortopedistas e achei que estava ficando realmente '' louca '' de tanta dor e fadiga. Depois de vários exames laboratoriais que nada acusaram , chegaram ao diagnostíco clínico de fibromialgia. Além da dor diária pelo corpo todo e fadiga tenho disturbios do sono , colite , poliuria , forte depressão e ansiedade. Hoje em dia utilizo de remédios como rivotril para ajudar no controle do sono. A doença realmente é bastante cruel , as pessoas ao redor não compreendem o que é sentir dor difusa e muitas vezes rotulam o paciente de preguiçoso o que aumenta ainda mais a depressão e a dor. Juntei forças e hoje em dia posso dizer que aprendi a conviver com a doença , embora com várias limitações. Deixo aqui um abraço carinho a todos os meus colegas que lamentavelmente sofrem da mesma doença. Que Deus na sua infinita misericórdia possa nos dar alguns dias de vida sem dor !!!!

vilma disse...

minhas amigas eu tambem tenho sofrido muito e em 6anos estou convivendo com essa companheira constantemente a fibromialgia e muito cruel mais Deus nao vai nos desamparar um abraço a todos

Sonja disse...

Olá amigas! Meus nome é sonja sonara,sou de natal rio grande do norte e tenho 19 anos.Há 1 ano venho sofrendo com essa terrível doença que é a fibromialgia que limita e deixa você incapacitada de desenvolver suas atividades normais do dia a dia.
minha história começou como a de vcs tbm,fiz varios exames q nada era diagnosticado,tenho sindrome do panico e ansiedade ..espero que um dia possamos encontrar alguma ajuda que realmente nos deixe alíviada.
muito obg pelos depoimentos de vcs,me ajudaram muito isso me fez perceber q eu n sou anormal e q existem outras pessoas com o mesmo sofrimento que eu.
mas,com fé em Deus que é ele q pode ter misericordia de nos vamos vencer e ter uma vida normal
bjus para todas!

Anónimo disse...

A alguns meses venho de medico em medico, internações, varias suspeitas, mas nada, até que um bendito medico me dise, o nome do que vc tem é a fibromialgia, cruel, estou ainda a procura de ajuda moro no Abc, se algum conhecer algum especialista para me indicar por favor, esta dificil pois tenho um filho pequeno e sofro muito com muitas dificuldades de brincar com ele pois as dores não permitem.

marcia disse...

Marcia disse...
Tenho 46 anos e sofro de fibromialgia há mais de 10 anos e somente há mais ou menos 5 ou 6 anos descobrir através de um diagnóstico de exclusão que sofria da fibromialgia. faço tratamento com neurologista e psiquiatra onde tenho medicamentos como analgesicos e antidepressivos.
porem tenho uma amiga que não tem a mesma sorte que muitos de nos e esta desempregada e precisa de ajuda para tudo ate para se alimentar o que neste caso é muito importante. peço a quem puder dar dicas que me auxilie e a esta minha amiga. um abraço e sorte para todos

Cristina disse...

Ola!Sou cristina.Eu nunca tinha ouvido falar dessa doença,mas hoje mim senti muito mal:dor de cabeça forte, os olhos queimandos,e dor no lado direito da barriga indo ate a virilia;então fui ate o google pesquisar a que se referia estes sintomas,dai descobri,juro que fique pasma.Neste momento estou digitando mas com os olhos queimando,os olhos queimando,estou sem saber o que fazer,pois todo meu corpo esta doendo.
Depois do carnaval vou procurar meu Clinico e pedir um encaminhamento para o reumatologista.
Cristina,21anos-Maceio-AL.

Anónimo disse...

Olá. Meu nome é Fabiana e descobri em out/2010 que tinha fibromialgia. Tenho 36 anos e apresentava problemas de saúde devido a uma doença chamada Doença de Crhon. Um dos problemas que ela causou foi a fibromialgia. Sentia dores há muitos anos no pescoço e costas e, há um ano comecei a ter dores (agulhadas) pelas pernas, pés, cotovelo, joelhos(não podia nem encostar um no outro) , dormia mal, acordava pior, e as sensações de infecção urinária que me deixavam louca. Meu médico chegou a pensar em lúpus, mas graças ao reumatologista maravilhioso comecei a tratar com lyrica, miosan, mas juntando com alongamento todos os dias(acordo e, antes de sair da cama, já faço), musculação, mais lazer, nem acredito o quanto melhorei! Cheguei a fazer a besteira de tentar largar o remédio sozinha e, um mês e meio depois, as dores vieram com tudo e a queimação... Mas meu médico disse que um dia vou largar e não vai demorar. Sou de SP capital. Espero ajudar alguém com esse comentário. Abraços a todos.

Alzeni disse...

Essa doença e bastante complicada pois nos afeta em todos os sentidos,em casa,no trabalho,com a família,muitas vezes pessoas a nossa volta não nos compreendem ou simplesmente nos ignoram.Enfrentar a doença sem apoio é impossível pois a nossa pior inimiga é a depressão que insiste em nos acompanhar.

Anónimo disse...

Meu nome é Arlete.Estou passando o telefone de uma terapeuta especializada no assunto, ela vai estar em abril em São Paulo.As pessoa interessadas podem entra em contato pelo fone:
Será que você possui um telefone TIM
Meu número é: (51) 8255-3539, Marilda Barcellos. Tenho certeza de resultados positivos com este tratamento.

Anónimo disse...

Meu nome é Arlete.Estou passando o telefone de uma terapeuta especializada no assunto, ela vai estar em abril em São Paulo.As pessoa interessadas podem entra em contato pelo fone:
Será que você possui um telefone TIM
Meu número é: (51) 8255-3539, Marilda Barcellos. Tenho certeza de resultados positivos com este tratamento.

Anónimo disse...

Olá pessoal! meu nome é Neusa, tnho 29 anos e há 7 anos sofro demais com as dores da fibromialgia. Sinto queimações por toda a parte do corpo, espasmos musculares, dores que irradiam pelo corpo todo, cansaço, ansiedade, tristeza, noites mal dormidas, intestino preso...ufa! é muita coisa pra uma pessoa só sentir ao mesmo tempo. Apos um tratamento com analgesicos e anti-depressivos em 2006 fiquei por um longo período sem ter as terríveis crises. E este ano elas voltaram com tudo. É muito triste ter que lidar com uma doença que ninguém ao seu redor compreende. Que Deus nos dê força.

alexandra castro disse...

oi,meu nome e´alexandra ,sofro de fibro ha 8 anos,estou na forma severa da doença,possivelmente sem reverçao,nao sei mais o q fazer,essas dores parecem arrancar nossa alma,torço muito por vcs e nao deixem o tratamento pois a forma severa deixa vc a beira do suissidio,mas deus esta conosco,beijos a todos.

Célio Carlos disse...

Andréa, meu desejo para que você esteja bem!! sou radialista aqui em Goiania e tenho uma esposa que tem fibromialgia.. Estou pensando em abrir uma página no facebook para que possamos colocar os depoimentos de quem sofre desta doença.. Como radialista, gostaria de contar a historia de muitas pessoas para aquelas que se não gostam de ler, que possam ouvir.. A primeira que fiz, fui sua historia, uma delas e espero que não ache ruim.. Gostaria que você ouvisse. Ainda não abri a página no facebook, estou gravando algumas mensagens e estão ainda em meu computador, mas a sua como é a primeira, gostaria de compartilhar com vc e espero que goste. Sucesso sempre amiga!! Meu e-mail: reporterceliocarlos@gmail.com

Célio Carlos disse...

Andréa, meu desejo para que você esteja bem!! sou radialista aqui em Goiania e tenho uma esposa que tem fibromialgia.. Estou pensando em abrir uma página no facebook para que possamos colocar os depoimentos de quem sofre desta doença.. Como radialista, gostaria de contar a historia de muitas pessoas para aquelas que se não gostam de ler, que possam ouvir.. A primeira que fiz, fui sua historia, uma delas e espero que não ache ruim.. Gostaria que você ouvisse. Ainda não abri a página no facebook, estou gravando algumas mensagens e estão ainda em meu computador, mas a sua como é a primeira, gostaria de compartilhar com vc e espero que goste. Sucesso sempre amiga!! Meu e-mail: reporterceliocarlos@gmail.com

Célio Carlos disse...

Vamos divulgar mais esta doença.. vamos vestir a camisa e levar ao conhecimento das autoridades competentes, pois vocês não podem ficar sofrendo tanto sem que sejam amparadas pela saúde publica como de fato deveria.. Terão em mim um grande aliado.. Minha esposa tem FIBROMIALGIA e grande maioria dos médicos nunca sabem de nada sobre o assunto para ajudar mais ainda.. Vamos gritar para o mundo todo ouvir, o grito de socorro das pessoas que tem fibromialgia e que tanto sofrem.. Meu abraço a todos!!

verdadeira fe disse...

ola meu nome e denise a mais de um ano estou com todos esses sintomas o pior e nao acausar nos exames estou cansada de ir no medico .o que mas atrapalha e esse canseira vc nao tem força nen pra passar um pano no chao

Anónimo disse...

Boa noite, tenho 24 anos neste momento e ha cerca de 2 anos tenho sentido picadas como que se me espetassem alguma coisa na regiao da coxa perto do joelho, e sempre nesse zona que sinto dor, e na maioria das vezes que sinto dor e como que se o musculo estivesse sempre contraido. Sinto que o meu sono nao e reparador,por vezes acordo ainda mais cansada do que quando me deitei. Tenho tambem problemas a nivel do intestino... ja fui uma vez ao medico que disse que devia ser cansaco. Nem sempre tenho dores, mas quando doi, sao dores de morte mesmo... como em todos os sites que vi ate agora a dor e generalizada em varios pontos do corpo, neste caso e so naquela zona da perna, mas por vezes de manha ao acordar sinto doresnos bracos e cotovelos. Daina minha duvida se sera ou nao fibromialgia...

Carmen Ribeiro disse...

Meu nome é Carmen Ribeiro e descobri em 2010 que tenho fibromialgia. Faço uso do Lyrica e do Velija. As dores são realmente difíceis de suportar, me sinto completamente incapaz e tenho 47 anos, mas me sinto com 150.tem dias que não consigo nem lavar meus cabelos de tanta dor que sinto. Mas minha mensagem a todos que vivem assim como eu este tormento, é que não percam a Fé. Se apeguem a Deus e façam seu tratamento como indicado pelo médico. Sei que às vezes fica tão insuportável que temos vontade de desistir de tudo, mas força amigos, pois a fibromialgia NÃO é mais forte que nós. Que Deus nos dê muita Paz e sabedoria para lidar com essa situação. A nós e nosso familiares.

Anónimo disse...

Vcs ja procuraram um bom especialista em distúrbios da ATM? Sugiro que procurem..

Mauro França disse...

Bom, me chamo Mauro tenho 25 anos e a princípio tenho Fibromialgia.
Como vocês, também já passei por vários especialistas, desde um simples clínico geral a um neurologista, da mesma forma com milhares de exames e todos normais.
Eletrocardiograma, sangue, urina, fezes, ultrassonografia de abdómen, tomografia computadorizada de abdómen com contraste, tomografia computadorizada e ressonância magnética de crânio e adivinhem, todos eles normais.
Até que um belo dia, em uma das crises de ansiedade, fui a uma UPA, sentindo fortes dores no peito, falta de ar, coisas que todos vocês sentem ou já sentiram, me veio um médico perguntando quais outros sintomas eu estava sentindo naquele momento.
Aleguei ao mesmo: Fraqueza muscular, dificuldades para andar, me movimentar, dificuldades de concentração, dores de cabeça e td mais..
Ele olhou p mim e perguntou: Vc conhece a FIBROMIALGIA?? Eu disse: Que porra é essa??
Ele logo respondeu: Não mata, mas afeta bastante seu dia a dia, vão ter dias em sua vida que vc vai viver como se não tivesse absolutamente nada, como vão ter dias que parece que vc vai morrer de tanta dor e por pensamentos ruins.
Eu perguntei: Mas e aí, oq fzr??
Ele disse: Toma um comprimido de Amitriptilina por dia que os sintomas irão ser aliviados.
E nessa estou, a mais ou menos 1 ano e 6 meses com os sintomas.
Gostaria de ter o contato de alguém que queira compartilhar histórias assim como a minha.
Meu Whatsapp é: (21) 99260-3989.