Este blog é de todos e para todos!

Este blog é um ponto de encontro de trocas de ideias e experiências vividas!

Desde já agradeço todos os testemunhos de doentes, amigos e familiares de fibromialgicos!

Envie-nos um e-mail ou deixe um comentario do seu testemunho sobre a Fibromialgia.
Os sintomas, o que faz para os aliviar, como suporta, como passa o dia-a-dia com esta "companhia" etc, etc.

Deixe perguntas e/ou sugestões.

Gostaria de ser um dos autores deste blog? Deixe o seu e-mail! Será muito bem-vindo/a!
Um Abraço E NUNCA SE AUTO-MEDIQUEM, PROCUREM AJUDA MÉDICA ESPECIALIZADA!


quarta-feira, 4 de junho de 2008

Vantagem do Peso Normal do Individuo

Manter o peso corporal ideal, tem vantagens não só para a fibromialgia mas também na prevenção de outras patologias.

A vantagem de ter o peso ideal na Fibromialgia é a diminuição das dores. Contudo se controlarmos o nosso peso também podemos prevenir outras doenças como a diabetes e a hipertensão arterial (tensão alta).

Para sabermos se o nosso Índice de Massa Corporal (IMC) de uma forma simples:

multiplica a altura pelo quadrado da altura
divide o peso actual pelo resultado da multiplicação

Exemplo:
Uma pessoa de 1,69m com 56 kg.

1,69 x 1,69 = 2,86

56: 2,86 = 19.58 (Peso normal)


Tabela do Índice de Massa Corporal
Menor que 18,5 - Magreza
18,6 a 24,9 - Peso Normal
25 a 29,9 - Excesso de Peso
30 a 34,9 - Obesidade de classe 1
35 a 39,9 - Obesidade de classe 2
a partir de 40 - Obesidade Extrema

4 comentários:

maremoto disse...

Obrigado pelo comentário no "Papiro". Vou ser, concerteza um leitor do seu blog ao qual desejo grande sucesso. A net usada para esclarecer e criar discussão e entendimentos. Optimo!
Parabens pela iniciativa.

Noite de Amor disse...

Oi Rosita,
Agradeço a visita.
Já sofri mais por causa da fibro. Hoje ela não acaba comigo como antes. Até por que ... antes, eu nem sabia do que se tratava e daí o sofrimento ficava maior.
Cheguei a pensar que estava doida, e tinha inventado uma doença que não existia.
Se precisar de alguma ajuda para reunir informações ... me dá um toque.
Abraços,
Lenira

gotinha disse...

Oi Rosita!!
Obrigada pelo comentário no meu cantinho.
Já li o teu blog e penso que é uma boa iniciativa, com certeza que virei cá mais vezes, até porque o pouco que sei desta doença é pelo exemplo que tenho em casa e pelo que me vou informando aqui e ali na tentativa de melhorar a qualidade de vida da minha Mãe.
E de facto não há muitas fontes para esclarecer todas as nossas duvidas (nós os parentes mais próximos, os quais devemos ser o pilar destes Doentes)
Nós, juntamente com eles sofremos e sentimos dor, não a fisica, mas a emocional e um sentimento de impotência perante estes sintomas que teem tendência a agravar.
Sempre que tiver algo mais a acrescentar , venho aqui comentar.
Neste momento estou a lêr um livro onde esta doença é descrita pela
1ª Pessoa (Maria Elisa) e o Médico que a acompanhou. Tenho notado algumas contradições.
Quando acabar gostava de partilhar com alguém para me esclarecer melhor.
Espero que a tua Mãe esteja melhor, porque como sabemos há dias melhores e outros nem por isso, não é?
Beijinhos para a tua Mãe e tb para ti.

Anónimo disse...

Ei gente boa, eu também faço parte da turma da fribromialgia , tem dias que penso que vou enlouquecer, é uma doraiada pra todo lado, só falta sentir no grelo, a minha esperança é que no futuro bem proximo os medicos e especialistas descubram a cura desta doença do seculo 21, beijos Valéria Cavalcanti - ES